Páginas

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Projeto Sextacine movimenta o Museu de Pedreira no feriado prolongado de Corpus Christi

Na sexta-feira, 27 de maio, durante o feriado prolongado de Corpus Christi o Museu de Pedreira exibe "As cidades perdidas - os Maias". Sinopse: Entre o terceiro e o décimo séculos d.C. , a civilização Maia reinou na maior parte da América Central. Nesta exibição é possível viajar de volta às magníficas cidades maias de Uxmal, Tulum, Chichén  Itza e a capital Palenque com sua pirâmide de tirar o fôlego. Situada na Península de Yucatan no México, é ainda, até hoje, um dos lugares mais pitorescos do mundo.
A exibição acontece às 14 h no Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira, localizado na Praça Cel. João Pedro, 102, destaca o Gestor, Curador e Supervisor Técnico, Adílson Spagiari.
O gestor destaca ainda que os visitantes ainda terão até o dia 31, terça-feira, para prestigiar a exposição sobre o Movimento Maio Amarelo em defesa da redução do número de mortes e de acidentes de trânsito, com mais respeito e educação nas estradas de nossas cidades.

terça-feira, 24 de maio de 2016

Museu de Pedreira é destaque na Revista Veja São Paulo


Sala de jantar, estilo Renascença - foto de Mariana Oliveira

Hoje, 24 de maio, o Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira, novamente foi destaque na reportagem "Catorze lugares para visitar em Pedreira", comandada pela Redação da Revista, com fotografias de Mariana Oliveira.
Segundo a reportagem, "o ponto turístico guarda uma coleção de objetos que contam a história da cidade e também da porcelana. Salas temáticas exploram temas como a medicina, transporte, comunicação e o comércio de Pedreira.
Aproveite o feriado prolongado de Corpus Christi e faça uma visita ao Museu, e aproveite para conhecer a Exposição "Sou mais um por um trânsito mais humano!", que integra o Movimento Maio Amarelo, que tem data de encerramento em 31 de maio, destaca o Gestor, Curador e Supervisor Técnico, Adílson Spagiari, que lembra que a exposição conta com uma programação especial para as crianças, na qual elas podem pintar desenhos e aprender sobre a sinalização de trânsito.
O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira fica na Praça Cel. João Pedro, 102, com funcionamento de segunda à sexta, das 8h às 12h  e das 13h às 17h e aos sábados e domingos, das 9h às 12h e das 13h às 17h.

Museu de Pedreira participa do Movimento Maio Amarelo




"Sou + 1 por um trânsito + humano!" em cartaz até 31 de maio

De 24 a 31 de maio, o Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira expõe “Sou mais um, por um trânsito mais humano!”, que integra o Movimento Maio Amarelo.
O Movimento Maio Amarelo nasceu com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.
Acompanhando o sucesso de outros movimentos, como o “Setembro Vermelho”, o “Outubro Rosa” e o “Novembro Azul”, que já vem sendo realizados anualmente pelo Museu de Pedreira, os quais, respectivamente, tratam dos temas das doenças do coração, do câncer de mama e de próstata, o “Maio Amarelo” tem o propósito de estimular a promoção de atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito, ressalta o Gestor, Curador e Supervisor Técnico, Adílson Spagiari.
A marca que simboliza o movimento, o laço na cor amarela, segue a mesma proposta de conscientização já idealizada e bem-sucedida, adotada pelos movimentos de conscientização no combate ao câncer de mama, ao de próstata e, até mesmo, às campanhas de conscientização contra o vírus HIV – a mais consolidada nacional e internacionalmente.
Portanto, a escolha proposital do laço amarelo tem como intenção primeira colocar a necessidade da sociedade tratar os acidentes de trânsito como uma verdadeira epidemia e, consequentemente, acionar cada cidadão a adotar comportamento mais seguro e responsável, tendo como premissa a preservação da sua própria vida e a dos demais cidadãos.
A Assembleia-Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento foi elaborado com base em um estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas.
São três mil vidas perdidas por dia nas estradas e ruas ou a nona maior causa de mortes no mundo. Os acidentes de trânsito são o primeiro responsável por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade; o segundo, na faixa de 5 a 14 anos; e o terceiro, na faixa de 30 a 44 anos. Atualmente, esses acidentes já representam um custo de US$ 518 bilhões por ano ou um percentual entre 1% e 3% do PIB (Produto Interno Bruto) de cada país.
Se nada for feito, a OMS estima que 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020 (passando para a quinta maior causa de mortalidade) e 2,4 milhões, em 2030. Nesse período, entre 20 milhões e 50 milhões de pessoas sobreviverão aos acidentes a cada ano com traumatismos e ferimentos. A intenção da ONU com a “Década de Ação para a Segurança no Trânsito” é poupar, por meio de movimentos de conscientização, cinco milhões de vidas até 2020.
O Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, precedido por Índia, China, EUA e Rússia e seguido por Irã, México, Indonésia, África do Sul e Egito. Juntas, essas dez nações são responsáveis por 62% das mortes por acidente no trânsito.
O problema é mais grave nos países de média e baixa rendas. A OMS estima que 90% das mortes acontecem em países em desenvolvimento, entre os quais se inclui o Brasil. Ao mesmo tempo, esse grupo possui menos da metade dos veículos do planeta (48%), o que demonstra que é muito mais arriscado dirigir um veículo — especialmente uma motocicleta — nesses lugares.
A chave para a redução da mortalidade, segundo o relatório, é garantir que os estados-membros adotem leis que cubram os cinco principais fatores de risco: dirigir sob o efeito de álcool, o excesso de velocidade, não uso do capacete, do cinto de segurança e das cadeirinhas. Apenas 28 países, que abrigam 7% da população mundial, possuem leis abrangentes nesses cinco fatores.
O Movimento ainda conta com o Concurso Fotográfico ‘ Movimento Maio Amarelo e as Boas Práticas no Trânsito’, no qual fotógrafos e pessoas que gostam de fotografar podem participar com peças relacionadas à temática da mobilização, ou seja, a segurança no trânsito com objetivo de preservação da vida. As inscrições se encerram no dia 31 de maio.
As inscrições e a remessa das fotos devem ser realizadas no site do Maio Amarelo (www.maioamarelo.com.br). Por meio da página eletrônica o participante deverá preencher um formulário com o nome completo do autor da foto e fazer o upload atendendo aos requisitos do regulamento.
A proposta do concurso é estimular o registro de atitudes e condutas positivas do cidadão no trânsito, destacando comportamentos seguros de todos os segmentos: pedestres, condutores, ciclistas e motociclistas, que possam ser referência para todos.

A exposição no Museu também conta com uma programação especial voltada para as crianças, na qual elas podem pintar desenhos e aprender sobre a sinalização de trânsito.
O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102, centro, com funcionamento de segunda à sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h e aos sábados e domingos, das 9h às 12h e das 13h às 17h.


sexta-feira, 20 de maio de 2016

Projeto Sextacine






Projeto Sextacine exibe Festival "O Gordo e o Magro"

O Projeto Sextacine, exibe hoje, às 10h o filme do Festival "O Gordo e o Magro - uma dupla do barulho!!". Sinopse: O festival exibe filmes raros que incluem o início da carreira da dupla que são garantia de muita diversão. 
A exibição conta com o apoio da Academia Pedreirense de Letras, segundo informações do Gestor, Curador e Supervisor Técnico, Adílson Spagiari.
Após a exibição do festival, os visitantes podem conferir como eram as antigas máquinas que exibiam os filmes no antigo cinema de Pedreira, juntamente com a primeira bilheteria do primeiro cinema, o Cine São Luís.
O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102, centro, com funcionamento de segunda à sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h e aos sábados e domingos, das 9h às 12h e das 13h às 17h.

quinta-feira, 19 de maio de 2016

14ª Semana dos Museus em Pedreira foi destaque na emissora SRTV




Com reportagem de Juliana Lazarini e imagens de Luis Fernando Lazarini, e apresentação do jornalista Sidenei Defendi a emissora SRTV destacou a programação da 14ª Semana Nacional dos Museus em cartaz no Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira, abordando a Exposição "Pinacoteca Criativa".
Durante a apresentação, a jornalista Juliana Lazarini destacou o trabalho que foi feito pelos visitantes do Museu durante os dias 11 a 31 de janeiro que integrou o Projeto Férias no qual o público teve a oportunidade de pintar uma variedade de desenhos que destacam vários pontos históricos, culturais e turísticos de Pedreira.
Dentre os participantes vindos de várias cidades e estados do Brasil, destacam crianças, adolescentes e idosos que contando com o processo criativo e imaginário deram novas cores a esses lugares.
O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102, com funcionamento de Segunda à Sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h e aos sábados e domingos, das 9h às 12h e das 13h às 17h. A exposição tem data de encerramento para o domingo, dia 22.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

18 de maio - Dia Internacional dos Museus

Programação especial em comemoração ao Dia Internacional dos Museus - 18 de maio é realizada durante a 14ª Semana Nacional dos Museus em Pedreira

O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira expõe de 16 a 22 de maio, durante a 14ª Semana Nacional dos Museus a Exposição “Pinacoteca Criativa”.

O material em cartaz é referente ao trabalho realizado pelos visitantes durante o Projeto Férias, que aconteceu de 11 a 31 de janeiro, no qual o público teve a oportunidade de pintar diversos desenhos que retratam lugares da cidade de Pedreira, suas paisagens em meio urbano e rural, e pintando tinham também a chance de entrar em contato com uma pequena referência sobre cada local, com informações sobre a data de construção do local, por exemplo, entre outros dados históricos, destaca o Gestor, Curador e Supervisor Técnico, Adílson Spagiari.
A relação entre os museus e as paisagens culturais vem nortear o tema da 14ª Semana Nacional de Museus em comemoração ao 18 de maio (Dia Internacional dos Museus), visto que esse tema reforça o papel sociocultural das instituições museais.


A 14ª Semana Nacional dos Museus simboliza um convite para que o espaço museológico seja compreendido ou ressignificado como espaço cultural e turístico. Sob essa perspectiva, a Semana dos Museus de 2016 em Pedreira é uma ocasião especial em que os moradores e visitantes tem mais uma oportunidade de conhecer o Museu e entrarem em contato com seu acervo histórico e prestigiar a 171ª exposição temporária que durante esse período destaca uma variedade de locais que ganharam novas cores vindas da imaginação de cada visitante que participou da programação de férias desenvolvida durante o mês de janeiro, finaliza Spagiari.

O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102, centro, com funcionamento de segunda à sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h e aos sábados e domingos, das 9h às 12h e das 13h às 17h.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Museu de Pedreira participa da 14ª Semana Nacional dos Museus

14ª Semana Nacional dos Museus
18 de maio - Dia Internacional dos Museus

O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira expõe de 16 a 22 de maio, durante a 14ª Semana Nacional dos Museus a Exposição “Pinacoteca Criativa”.
O material em cartaz é referente ao trabalho realizado pelos visitantes durante o Projeto Férias, que aconteceu de 11 a 31 de janeiro, no qual o público teve a oportunidade de pintar diversos desenhos que retratam lugares da cidade de Pedreira, suas paisagens em meio urbano e rural, e pintando tinham também a chance de entrar em contato com uma pequena referência sobre cada local, com informações sobre a data de construção do local, por exemplo, entre outros dados históricos, destaca o Gestor, Curador e Supervisor Técnico, Adílson Spagiari.
A relação entre os museus e as paisagens culturais vem nortear o tema da 14ª Semana Nacional de Museus em comemoração ao 18 de maio (Dia Internacional dos Museus), visto que esse tema reforça o papel sociocultural das instituições museais.
A 14ª Semana Nacional dos Museus simboliza um convite para que o espaço museológico seja compreendido ou ressignificado como espaço cultural e turístico. Sob essa perspectiva, a Semana dos Museus de 2016 em Pedreira é uma ocasião especial em que os moradores e visitantes tem mais uma oportunidade de conhecer o Museu e entrarem em contato com seu acervo histórico e prestigiar a 171ª exposição temporária que durante esse período destaca uma variedade de locais que ganharam novas cores vindas da imaginação de cada visitante que participou da programação de Férias desenvolvida durante o mês de janeiro, finaliza Spagiari.

O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102, centro, com funcionamento de segunda à sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h e aos sábados e domingos, das 9h às 12h e das 13h às 17h.