Páginas

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Museu de Pedreira expõe "Memórias da Segunda Guerra Mundial: 71 anos"



O ano de 2016 marca as comemorações dos 71 anos do término da Segunda Guerra Mundial (1939-1945) e o Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira realiza de 29 de abril a 10 de maio a Exposição “Memórias da Segunda Guerra Mundial: 71 anos" em homenagem ao Dia do Expedicionário, 5 de maio.
O município de Pedreira esteve representado nesse conflito histórico por cinco heróis (João Baccareli, Fernando Cassaro, José Maria Lopes, Caetano Vicentini e Casto Cau) que atuaram na Força Expedicionária Brasileira (FEB), juntamente com centenas de expedicionários que representaram o Brasil nos campos da Itália.
No final da década de 1960, em 1968, foi edificado o Monumento aos Expedicionários, na Vila São José, trazendo um significado especial à memória dos 55 milhões de mortos, 35 milhões de feridos, 20 milhões de órfãos e 190 milhões de refugiados nesse que pode ser considerado como o conflito mais violento da história, destaca o Gestor, Curador e Supervisor Técnico, Adílson Spagiari. 
Nesta exposição temporária que marca o registro de 170 exposições temporárias, organizadas pelo Gestor, Curador e Supervisor do Museu, Adílson Spagiari, diversas imagens do período de treinamento antes da guerra, durante e pós-guerra pode ser relembrado através dos momentos vividos pelos expedicionários de Pedreira.
Durante os dias 29 de abril e de 2 a 6 e nos dias 9 e 10 de maio, haverá a exibição do documentário “Os Pracinhas de Pedreira na Segunda Guerra Mundial”, elaborado pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Pedreira e pela Câmara Municipal de Pedreira durante as comemorações dos 70 anos do final da grande guerra comemorado em 2015 nos seguintes horários: de manhã, às 10h e à tarde, às 14h.

O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102, com funcionamento de segunda à sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h e aos sábados e domingos, das 9h às 12h e das 13h às 17h.

terça-feira, 26 de abril de 2016

Caravanas do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Campinas visitam o Museu de Pedreira





De 11 a 15 de abril, o Museu de Pedreira recebeu as caravanas vindas do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Campinas.
De acordo com o Gestor, Curador e Supervisor Técnico, Adílson Spagiari, o Museu, considerado uma das atrações turísticas de Pedreira, durante os primeiros meses de 2016 já superaram a marca de mais de 5500 visitantes, com pessoas provenientes de vários estados do Brasil e de diversos países.
A visita ao centenário sobrado da Praça Cel. João Pedro que abriga o acervo museológico atrai a atenção dos visitantes que se encantam ao conhecer os ambientes com peças que revelam uma história e a memória preservada em coleções que rememoram e sintetizam mais de um século da cidade de Pedreira, ressalta Spagiari.
Os visitantes tiveram ainda a oportunidade de conhecer a Exposição “Shakespeare: 400 anos” que homenageou o Dia Mundial da Poesia e o IV Centenário da morte do poeta inglês, William Shakespeare, que foi encerrada  no dia 24 de abril, tendo recebido mais de 1400 visitantes que tiveram a chance de entrar em contato com as obras de um dos principais nomes da literatura mundial, segundo a Academia Pedreirense de Letras, a organizadora do evento no Museu de Pedreira.

O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102, com funcionamento de segunda à sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h e aos sábados e domingos, das 9h às 12h e das 13h às 17h.

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Indústria de porcelana de Pedreira comemora Jubileu de Diamante (75 anos) em 1º de abril

Em 1º de abril de 1941, era fundada por Joaquim Carlos a Cerâmica Santana. Seu primeiro nome foi “Flamínio Maurício & Cia”, sendo que faziam parte da sociedade os ceramistas José Correa, Flamínio Maurício Neto e Adelino dos Santos Gouveia. 


Em 1953, a indústria contava com 400 operários, tendo no seu início 160 funcionários. Na década de 1950 seu quadro administrativo era formado por Adelino dos Santos Gouveia, Flamínio Maurício Neto, José Correa, Horácio Lopes, Nilo Ribeiro de Souza e Aurora Silva Carlos, estando localizada na Rua Antonio Pedro, 645.




Inicialmente a fabricação das peças era voltada para a área doméstica, com a produção de xícaras, vasos, e bibelôs. Nessa época ficou famosa a produção do jogo de saladeiras conhecidas como “casca de ovo”, devido à translucidade e fineza da porcelana comparada com a chinesa de mesmo nome, comparando-se as peças produzidas em Pedreira com as que ganhavam os padrões altamente internacionais. A partir de 1943, com a vinda do ceramista Horácio Lopes, vem com ele a técnica da fabricação dos isoladores de porcelana que integram a rede de distribuição elétrica de grandes polos de energia, como Itaipu, dentre outros.





Com o passar dos anos, a empresa na década de 1960 inaugura a Porcelana Vera Cruz, voltada para a fabricação da produção doméstica, além de possuir outra unidade produtora de isoladores. Finalizada a produção da linha doméstica nos anos 90, a empresa passa a contar com três unidades produzindo isoladores de porcelana, visto que a partir da década de 1970 a Isoladores Santana é considerada a maior produtora de isoladores da América Latina, exportando para os Estados Unidos, Canadá, Oriente Médio e Ásia. A partir de 2008, o grupo passou a chamar-se PPC Santana.
O grupo PPC atualmente possui 7 empresas ao redor do mundo, sendo além de Pedreira, há empresas na Áustria, na Alemanha, na Eslováquia, na Suécia, na Tailândia e na China, além dos escritórios comerciais na Áustria, nos Estados Unidos, na China e na Tailândia.







Visitar o Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira é entrar em contato com exemplares dessa produção de peças inicialmente produzidas pela empresa a partir da década de 1940, vislumbrando suas técnicas de produção, as pinturas, cada uma das etapas do processo de fabricação, desde as matérias-primas até a etapa final quando a peça está pronta e é destinada para a comercialização, sendo que esse processo pode ser observado na mini-fábrica instalada em uma das salas da instituição museológica.


quarta-feira, 23 de março de 2016

Museu de Pedreira é destaque no site Viajante Brasileiro




O site www.sp.viajantebrasileiro.com.br destacou uma das atrações turísticas da cidade de Pedreira, que é o Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira, sendo que o local "guarda um acervo histórico variado de Pedreira, como fotos antigas, mobiliário dos primeiros moradores e também uma mini-fábrica de porcelana...", destaca o site.
O Viajante Brasileiro é um canal de comunicação que leva conteúdo de qualidade aos apaixonados pelo estado de São Paulo. Destaca os locais mais recomendados e também os tesouros que quase ninguém conhece. Nele é possível conferir os roteiros escritos por especialistas, saber as dicas da equipe do portal e dos seus leitores. 
Além da visita ao Museu, e das belezas naturais, o turista é atraído pela movimentação do comércio local nesta pequena e notável cidade.

Durante o feriado da Páscoa, aproveite para visitar o Museu, que até o dia 24 de abril abriga a Exposição "Shakespeare:400 anos", em homenagem ao IV Centenário da morte do poeta inglês e ao Dia Mundial da Poesia, comemorado em 21 de março, que conta com organização da Academia Pedreirense de Letras, destaca o Gestor, Curador e Supervisor Técnico, Adílson Spagiari.

terça-feira, 22 de março de 2016

No Dia Mundial da Água, Museu de Pedreira exibe painel sobre a água e os Jogos Olímpicos 2016



No Dia Mundial da Água, 22 de março, o Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira exibe painel sobre a água e os Jogos Olímpicos 2016 que serão realizados no Rio de Janeiro.
Os Jogos Olímpicos será um evento multi-esportivo que será realizado no segundo semestre de 2016.




Várias são as modalidades que tem a água como sua fonte de trabalho, pois a modalidade esportiva é praticada em espaço aquático. Durante os Jogos Olímpicos 2016, as modalidades de canoagem slalom, canoagem velocidade, maratona aquática, nado sincronizado, natação, salto ornamental, remo, vela, polo aquático e triatlo terão representantes que estarão disputando as medalhas olímpicas em solo brasileiro.
De acordo com o Gestor, Curador e Supervisor Técnico, Adílson Spagiari, no painel há uma pequena explicação sobre cada modalidade esportiva, e daí vemos a importância da água também durante as provas esportivas das Olimpíadas, o que faz com que os atletas e as demais pessoas que também praticam essas modalidades na água busquem na água, o alimento para o corpo e para mente, através dos benefícios proporcionados pela prática esportiva na saúde.
O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102, no Centro Histórico de Pedreira.

segunda-feira, 21 de março de 2016

Museu de Pedreira abriga Exposição "Shakespeare: 400 anos"


Homenagem ao Dia Mundial da Poesia e ao IV Centenário da Morte de William Shakespeare

De 21 de março a 24 de abril, a Academia Pedreirense de Letras em parceria com a direção do Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira realiza a Exposição “Shakespeare: 400 anos” em homenagem ao Dia Mundial da Poesia, comemorado em 21 de março e ao quarto centenário de morte do poeta inglês.
De acordo com o Gestor, Curador e Supervisor Técnico, Adílson Spagiari, além de entrar no universo literário de uma das principais obras shakespearianas e da leitura, o evento conta com a exposição de dezenas de sonetos de William Shakespeare, que estão entre as obras mais importantes da língua inglesa, abordando temas como o amor, a morte, o ciúme e o mistério e outros sentimentos dos seres humanos que são retratados nesse modelo de composição poética formado por 14 versos, na maioria das vezes com rimas.
Damas de porcelana com trajes à moda inglesa dos séculos XVII e XVIII do acervo museológico também complementam a exposição, além de que será possível aos visitantes soltarem a criatividade e desenvolverem as habilidades com a pintura de uma das cenas da obra “Romeu e Julieta”, considerada a história de casal mais famosa da literatura, visto que o desenho é um recurso visual, de registro, lúdico e expressa a vivência por meio da pintura, ressalta Spagiari.

O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102, centro, com funcionamento de segunda à sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h e aos sábados e domingos, das 9h às 12h e das 13h às 17h.

sábado, 12 de março de 2016

Exposição "Feminina" em homenagem ao Dia Internacional da Mulher foi destaque na emissora SRTV

No dia 10 de março foi ao ar, pela emissora de televisão SRTV, com reportagem de Juliana Lazarini, imagens de Luis Fernando Lazarini e apresentação do jornalista Sidenei Defendi pelo SRTV Notícias a reportagem sobre a Exposição "Feminina" em cartaz no Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira.
Contando com curadoria do Gestor, Curador e Supervisor Técnico, Adílson Spagiari, a exposição presta uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março.
O alvo principal da exposição, é uma homenagem ao escultor e ceramista Pietro Gera, que foi proprietário da empresa Gera Estatuetas de Porcelana, visto que na exposição é possível encontrar diversas imagens de fotografias que retratam o olhar feminino que foi moldado pelo ceramista Pietro Gera, baseadas no famoso estilo da porcelana italiana originária de Capodimonte, ressalta o organizador da exposição, Adílson Spagiari.
No final dos anos de 1980, o ceramista Pietro Gera montou sua fábrica, utilizando a técnica da porcelana moldada em partes individualmente, que são coladas com a própria massa de porcelana para dar a forma final para ser queimada e depois seguir para o setor de pintura, e decoradas à mão.
Na exposição também é possível observar várias peças em porcelanas fabricadas por empresas, tais como, pela Santana, Vera Cruz, São Gabriel, Gera, dentre outras, destacando a figura do escultor que soube moldar a expressão feminina, representado também por peças esculpidas pelo pedreirense José Broglio Sobrinho, criador, modelador de inúmeras peças para uma variedade de empresas de porcelanas do município.
A Exposição "Feminina" tem sua data de encerramento marcada para o dia 13 de março, às 17 horas no Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira que fica na Praça Cel. João Pedro, 102.