Páginas

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Campanha #Sonhar o Mundo no Museu de Pedreira é prestigiada por turistas da Áustria, da Alemanha, da Itália, de Luxemburgo e dos estados do Amazonas, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo



De 4 a 10 de dezembro em comemoração ao Dia Internacional dos Direitos Humanos que teve data festiva em 10 de dezembro, o Museu de Pedreira recebeu turistas vindos de Luxemburgo, da Áustria, da Alemanha, da Itália  e dos estados do Amazonas, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, além de visitantes de Pedreira e das cidades das regiões metropolitanas de São Paulo e de Campinas. Para os estrangeiros vindos de Luxemburgo, o que mais chamou a atenção deles foi a origem do nome de Pedreira e a coleção de máquinas de escrever do acervo museológico, ressalta o Gestor, Adílson Spagiari.
Durante esse período foi realizada no espaço museológico a Campanha Sonhar o Mundo, promovida pela Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo que convidou os museus de todo o Estado a participarem da campanha que teve como tema “Solidariedade derrubando muros”, uma vez que os visitantes do Museu de Pedreira tiveram a chance de conferirem a ação educativa “Somos diferentes, somos iguais: a linguagem leva ao conhecimento” e a instalação “Celebrar novos olhares: cada um tem a sua história”, dentre eles, os alunos do Colégio Objetivo de Pedreira que também visitaram o espaço no último dia 7.
No dia 1º de dezembro, nos períodos da manhã e da tarde, alunos da EMEIEF “Prof. Arnaldo Rossi” também visitaram o Museu de Pedreira.

O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102.

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

SRTV destaca a Campanha #Sonhar o Mundo em cartaz no Museu de Pedreira




No dia 7 de dezembro, a emissora de televisão, SRTV, por meio do programa jornalístico, SRTV Notícias, apresentado pela jornalista Juliana Lazarini e imagens do cinegrafista Luis Fernando Lazarini destacou a Campanha #Sonhar o Mundo realizado no Museu de Pedreira em comemoração ao Dia Internacional dos Direitos Humanos a ser celebrado no domingo, 10 de dezembro.
A reportagem noticiou sobre a ação educativa "Somos diferentes, somos iguais: a linguagem leva ao conhecimento", destacando as dez primeiras peças mais apreciadas pelos visitantes ao longo de 2016, referente ao Concurso "Qual a peça que você mais gostou?" eleitas pelos visitantes que receberam uma etiqueta especial com a linguagem de Libras, uma maneira dos visitantes conhecerem e se comunicarem por meio da linguagem dos sinais, ressaltou o Gestor, Adílson Spagiari.
A emissora também destacou a instalação "Celebrar novos olhares: cada um tem a sua história" que complementa as atividades desenvolvidas no Museu de Pedreira em homenagem à Campanha #Sonhar o Mundo, que é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo e Sisem.
O Museu de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Museu de Pedreira recebe turistas de Luxemburgo


Luxemburgo

Na tarde do dia 7 de dezembro, o Museu de Pedreira contou com a visita de turistas vindos de Luxemburgo.
Na ocasião, conheceram a história de Pedreira, se interessando pela origem de onde vem o nome da cidade de Pedreira, sendo que uma variedade de peças, tais como a coleção de máquinas de escrever chamaram à atenção dos turistas estrangeiros, ressaltou o Gestor, Adílson Spagiari.

O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102.

Alunos do Colégio Objetivo visitam o Museu de Pedreira



No período da tarde do dia 7 de dezembro, o Museu de Pedreira recebeu a visita de alunos do Colégio Objetivo, de Pedreira.
Segundo a professora, os alunos estão aprendendo sobre temas relacionados à documentação antiga, então, para vivenciar o que foi lecionado em sala de aula e conhecer a história de Pedreira é uma excelente opção para o conhecimento dos alunos visitarem o Museu Municipal, ressaltou o Gestor, Adílson Spagiari.
Os alunos também conferiram a ação educativa “Somos diferentes, somos iguais: a linguagem leva ao conhecimento” e a instalação “Celebrar novos olhares: cada um tem a sua história” dentro da Campanha #Sonhar o Mundo em comemoração ao Dia Internacional dos Direitos Humanos.

O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Museu de Pedreira participa da Campanha Sonhar o Mundo




A Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo e o Sisem convidam
os museus de todo o Estado a participar da terceira edição da Campanha Sonhar o Mundo que ocorre de 4 a 10 de dezembro em comemoração ao Dia Internacional dos Direitos Humanos - 10 de dezembro. Com o tema "Solidariedade derrubando muros" a iniciativa tem o objetivo de unir os museus em torno de práticas em defesa dos direitos humanos, contra o preconceito e a favor da igualdade.
Em Pedreira, o Museu Histórico e da Porcelana está engajado na campanha desenvolvendo a ação educativa "Somos diferentes, somos iguais: a linguagem leva ao conhecimento".
Na atividade, as peças do acervo museológico que foram eleitas entre as dez mais apreciadas e classificadas no concurso "Qual a peça que você mais gostou?" escolhidas pelos visitantes em 2016 receberam um etiqueta especial com a linguagem de Libras, estimulando assim os visitantes a aprenderem e se comunicarem através dos sinais em libras, destacou o Gestor, Adílson Spagiari.
A instalação "Celebrar novos olhares: cada um tem a sua história", complementa a ação desenvolvida pelo Museu de Pedreira em torno da campanha Sonhar o Mundo.
O Museu de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102.

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Alunos da EMEIEF "Prof. Arnaldo Rossi" visitam o Museu de Pedreira



No dia 1º de dezembro, nos períodos da manhã e da tarde o Museu de Pedreira recebeu a visita de alunos da EMEIEF “Prof. Arnaldo Rossi”, de Pedreira.
Segundo a professora Sônia, os alunos estão aprendendo sobre temas relacionados à documentação e objetos antigos, e estão, pesquisando sobre os nomes das ruas e sobre os bairros da cidade, então, para vivenciar o que foi lecionado em sala de aula, nada mais do que visitar o Museu Municipal para conhecer in loco as coleções de objetos antigos, documentos e fotografias que retratam personagens e acontecimentos sobre a história de Pedreira, ressaltou o Gestor, Adílson Spagiari.

O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Turistas do Japão e da Argentina prestigiaram a Exposição "República Brasileira: 128 anos"




No feriado da República, 15 de novembro, de acordo com o livro de visitantes, o Museu de Pedreira recebeu turistas vindos da Argentina e no domingo, 19, pela manhã, turistas do Japão.
Durante o período de 15 a 20 de novembro, que contemplou os feriados da República e da Consciência Negra, o Museu recebeu também visitantes dos estados de Rondônia, Santa Catarina, Amazonas, Minas Gerais, Paraná, São Paulo, do Distrito Federal e das regiões metropolitanas de Campinas e de São Paulo, além de moradores de Pedreira e de cidades do Circuito das Águas Paulista.
Em novembro, o Museu já recebeu turistas estrangeiros vindos dos seguintes países: Bolívia, Austrália, Singapura, Argentina e Japão.
Os visitantes além de conhecerem o acervo museológico, até o dia 30 de novembro tem a oportunidade de prestigiarem a exposição em cartaz – República Brasileira: 128 anos – Caricaturas dos Presidentes. Na exposição podem ser apreciadas as caricaturas dos presidentes da Primeira República (1889-1930), da República Populista (1945 – 1964), da Ditadura Militar (1964 – 1985) e da Nova República (1985 aos dias atuais). É possível também por meio de diversas fotografias relembrar um acontecimento histórico para Pedreira, no qual a cidade recebeu em 22 de setembro de 1978 um presidente da República do Brasil – Ernesto Geisel, que veio para a inauguração de casas populares, localizadas na Vila Monte Alegre. Destaque também é dado a um potiche em porcelana, fabricado pela Porcelana Santa Rosa com a efígie do ex-presidente Geisel, doado pela família do ex-prefeito Hygino Amadeu Bellix, prefeito da época que recepcionou há 39 anos a mais alta autoridade do país, destacou o Gestor, Adílson Spagiari.

O Museu Histórico e da Porcelana de Pedreira está localizado na Praça Cel. João Pedro, 102.